Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A Capela de Nossa Senhora D’Ajuda foi erguida em 1647 pelos irmãos Pedro e Estevão Gago, na época com o nome de Capela de Nossa Senhora D’Ajuda de Sarnambetiba (numa alusão ao atual Rio Guapimirim). Essa preciosidade do século XVII, construída sobre o Outeiro de Grumixamas (ou Igramixamas, numa possível referência aos índios timbiras que habitavam aquela região), é considerada um dos primeiros marcos católicos fixados no recôncavo da Baía de Guanabara.

No ano de 1714, suas ruínas são demolidas, sendo a sede da região transferida para a Capela Nossa Senhora da Conceição, na Barreira (inaugurada um ano antes). Mais de três décadas depois, ela é elevada à igreja paróquia definitiva, mas volta a perder o posto para a Capela de Sant’Ana, no então povoado do Bananal. Neste período, a região conhecida como Porto Modelo ganhava relevância como ponto de parada para os viajantes que subiam a serra. Mas, em 1872, diferentes tipos de febres e doenças motivam a criação de um cemitério no local, e a Capela de Nossa Senhora D’Ajuda volta a funcionar como sede da então Freguesia de Nossa Senhora D’Ajuda de Aguapeymirim (originário do termo em tupi agûapé’ymirim, que significa “rio pequeno dos aguapés”).

No início do século XX, uma epidemia também chega à região conhecida atualmente como Vale das Pedrinhas, o que leva a igreja novamente às ruínas por volta de 1907. A partir daí, com a criação da Estrada de Ferro Therezopolis, novos núcleos populacionais surgem em Guapi formando o atual centro da cidade, e a Capela Nossa Senhora D’Ajuda perde totalmente sua representatividade. De lá pra cá, várias reformas descaracterizam parte de sua arquitetura original.

Atualmente a capela (localizada no bairro Parque Nossa Senhora D’Ajuda) sedia apenas alguns eventos e está sob responsabilidade da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Magé. A GuapimirimTur oferece um belo passeio por esta região, também chamada pelos moradores mais antigos de Cordovil (saiba mais sobre o Circuito Raízes de Aguapeymirim).

 
Translate »